Lang.

Menu
InícioPautasComo um estado pequeno consegue transformar recursos naturais em riqueza econômica

Como um estado pequeno consegue transformar recursos naturais em riqueza econômica

O Rio Grande do Norte é referência no setor mineral do Brasil e mesmo com uma dimensão geográfica pequena consegue transformar os recursos minerais em riqueza econômica com grandes investimentos privados na exploração mineral. Grupos internacionais e nacionais encontram no setor uma oportunidade de negócios rentável e com possibilidade de crescimento constante, tendo em vista a demanda do mercado nacional e internacional por esses materiais.

Atualmente cerca de 60 recursos minerais são explorados economicamente no Rio Grande do Norte e existem áreas requeridas em pelo menos 150 dos 167 municípios do estado. Empreendimentos de mais de R$ 1,5 bilhão - nos últimos três anos - colocam as cidades do interior do RN no mapa nacional da exploração mineral com a produção de cimento, cal siderúrgico, ferro, sal (maior produtor nacional), rochas ornamentais, ouro, scheelita, feldspato, caulim, entre tantos outros minérios.

Responsável pelo emprego de cerca de 12.000 trabalhadores com carteira assinada somente na extração mineral, o setor se consolida a cada ano como um dos mais fortes pilares da economia local.

De acordo com dados do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) o estado possui a ocorrência de mais de 2.000 jazimentos minerais, o que faz da mineração potiguar destaque no país. Esse número garante também à economia local um desempenho positivo e bastante representativo na geração de emprego e renda, com a presença de exploração mineral em todas as regiões do estado.

O Governo do Estado atua fortemente para garantir o fortalecimento da atividade mineral com a transformação de recursos em riquezas minerais. A política de desenvolvimento é responsável pela manutenção do setor entre os mais estratégicos para o crescimento econômico do Rio Grande do Norte.

Alguns DESTAQUES DO SETOR MINERAL DO RN

  • Minério de Ferro - Exploração de minério de ferro na região Seridó com exportação da produção para China.
  • Cimento - Pólo Cimenteiro no município de Baraúna, localizado na região oeste, e em outras cidades do estado como Mossoró e Currais Novos.
  • Cal - O RN tem calcário de altíssima qualidade para produzir cal e grandes empresas estão investindo na área. O município de Baraúna já garantiu a atração de duas grandes fábricas para produção de cal virgem e hidratada e cal virgem calcítica.
  • Ouro – Existem pelo menos 10 municípios com ocorrências de ouro no RN, entretanto, apenas dois municípios aparecem como destaque: Lajes e Currais Novos.
  • Scheelita - Reativação das minas na região Seridó.
  • Rochas Ornamentais – Existem 26 concessões de lavra de rochas ornamentais e a retomada de investimentos no segmento merece destaque com a implantação de grandes grupos no estado.
  • Sal marinho - Maior produtor de sal do país abastece todo o mercado nacional. A produção de 5,786 milhões de toneladas (produção em 2012 ) garante um faturamento medido de R$ 1,2 bilhões de reais/ano.
  • Petróleo e Gás Natural – O estado produz petróleo e gás natural desde o início da década de 80. De acordo com a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em fevereiro/2014, a produção atual é da ordem de 58.077 barris/dia, estabilizada, e 1,459 milhões de m3 de gás natural/dia.
  • Cerâmica vermelha - 186 empresas, produção de 111 milhões de peças/mês e faturamento de 210 milhões de reais/ano.
  • Cerâmica Branca - O RN é um tradicional fornecedor de matérias-primas de ótima qualidade, tais como feldspato e caulim para todo o Brasil. A existência de matéria-prima de qualidade e grandes fornecedores somados aos incentivos concedidos pelo Governo do Estado e a localização estratégica do RN na região Nordeste garantem competitividade para atrair outros grupos empresariais.
  • Água Mineral - 19 empresas funcionando em oito municípios.

 

FONTE

Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SEDEC) é a fonte inicial indicada, pois o mesmo pode informar dados técnicos e posteriormente contatos dos investidores de energia eólica no estado.

TELEFONE: +55 84 3232 – 1750 SEDEC

                   +55 84 3232 – 1730 SEDEC

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO - SEDEC:

             Maysa Úrsula     + 55 84 9971-7789

                                    + 55 84 8169-5165

 

CGM MINERAÇÃO – Maior mineradora de Feldspato do Brasil localizada no município de Parelhas, região Seridó do estado. Investimento em alta tecnologia para exploração do recurso.

SUSA MINERAÇÃO – Explora minério de ferro no município de Cruzeta, na região Seridó, com produção destinada a exportação para China.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO (CGM MINERAÇÃO E SUSA MINERAÇÃO)

            Gustavo Farache – Assessor de Comunicação

                                      + 55 84 8899-0905

                                      + 55 84 9983-0905

 

Marca Horizontal

Marca Horizontal

 

Marca Horizontal

Marca Horizontal

Marca Horizontal

Marca Horizontal

Go to top