Lang.

Menu
InícioPautasO Clássico Rei

O Clássico Rei

 

 

 

Barcelona e Real Madrid? Manchester United e Manchester City? Palmeiras e Corinthians? Nada disso! No Rio Grande do Norte reina o Clássico Rei entre ABC e América. Um jogo histórico para a cidade e cheio de rivalidades entre os torcedores. Se você nasceu no estado do RN, a escolha entre ser alvinegro ou americano te acompanhara durante toda sua vida em discursões de bar, confraternizações com amigos, nas escolas, na faculdade, no trabalho, na fila do banco, no caixa do supermercado, ou seja, em qualquer lugar que for deve estar preparado para zoar ou ser zoado. 

O debate sobre qual é a maior torcida do estado recorre à cidade nos dias dos clássicos. De acordo com o IBOPE, o ABC tem a maior torcida do RN, com diferença de 200 mil torcedores em relação à do América. O maior público do Clássico Rei foi no campeonato estadual de 1976, no estádio Castelão (antigo Machadão), numa partida que terminou com uma vitória do América por 2 a 1. Na ocasião as torcidas colocaram 50.486 pagantes. A maior goleada entre os dois times aconteceu em 14 de outubro de 1945, quando, pelo campeonato estadual o ABC aplicou 8 a 1 no rival. Já o América conseguiu a maior invencibilidade entre os anos de 1980 e 1983, o clube alvirrubro ficou 24 partidas oficiais sem perder para o seu maior rival.

No ano de 1915, com uma população estimada de 27 mil habitantes, surgia na cidade de Natal o primeiro time do estado do Rio Grande do Norte, o ABC F.C, recordista mundial de títulos estaduais. Para os torcedores o maior ídolo do time foi Marinho Chagas, a bruxa como é conhecido, foi o melhor lateral esquerdo da copa de 1974, não só o maior nome como a cria mais importante da história do ABC. Além dele está o orgulho mais recente da torcida alvinegra, Wallyson. O jogador deu o título do campeonato estadual de 2007 fazendo 4 gols na final contra o rival e no fim daquele ano foi o jogador chave no acesso a série B do campeonato brasileiro. Atualmente joga no time do Botafogo RJ.

Fonte: furacao.com

 

O torcedor do ABC F.C, Matheus Ybsen, 22, explica que o maior objetivo do time é brigar pelo acesso a série A para jogar a principal competição nacional na elite no ano do seu centenário e comenta acerca do que considera o jogo inesquecível: “Meu clássico inesquecível foi a final do campeonato estadual de 2007 onde nosso time foi campeão em cima do rival com uma goleada por 5 a 2, lavando a alma dos torcedores alvinegros que vinham há algum tempo sofrendo com maus resultados.” Matheus ainda afirma poder recomendar assistir o jogo no estádio: “Apesar do clima ser bem acirrado entre as torcidas, o futebol representa muito da cultura local, assistir a um clássico no estádio revela particularidades e dimensões de como o potiguar se comporta e se envolve com o futebol”, comentou.

Formado em 1915, as cores iniciais do time eram azul e branco, e não o Vermelho e o branco atuais. No começo, os jogadores do América vinham provenientes da Cidade Alta. Nos anos 70 ganhou seu primeiro destaque nacional, vencendo a copa norte-nordeste. Já nos anos 90, conseguiu o vice-campeonato nacional da segunda divisão, estando no próximo ano entre os principais times do Brasil. O América foi também responsável por uma das ascensões mais impressionante nos campeonatos brasileiros, após conseguir o acesso a série B em 2005, o time fez uma bela campanha alcançando a quarta vaga e garantindo o lugar na série A do Brasil.

O maior ídolo do time é o meia Souza, que passou por grandes clubes do futebol brasileiro, inclusive serviu a seleção brasileira. Fez um gesto memorável ao jogar pelo América no fim de sua carreira sem receber salário e levar o time para a Primeira Divisão do campeonato brasileiro em 2006. Para o torcedor Arthur Cascudo, 22, o clássico rei representa muito para a cidade: “É um jogo que mexe com a cidade. Há uma grande empolgação das duas torcidas que faz do clássico rei o maior do Rio Grande do Norte e um dos maiores do nordeste”, e ainda acrescentou: “É uma sensação única presenciar um clássico no estádio. A maioria dos torcedores encara a partida com respeito e em paz”, comentou.

souza

 

Apesar de nenhum dos dois times representarem um grande papel para o futebol nacional, poucos clássicos são encarados com tanta paixão. Como em todo o Brasil, os potiguares são apaixonados pelo futebol, muitos deles são torcedores de um segundo time que normalmente atuam na primeira divisão, mas na hora de um clássico só existe ABC F.C contra América RN, o Clássico Rei.

Texto por Oscar Cowley

 

Fontes:

Site oficial do ABC F.C

Site no minuto.com

Site oficial do América Rn

 

Marca Horizontal

Marca Horizontal

 

Marca Horizontal

Marca Horizontal

Marca Horizontal

Marca Horizontal

Go to top